Acessibilidade

Fundação Estadual do Índio amplia Rede de Radiofonia no médio do Rio Negro

 

Na última semana de setembro (27 a 29/09), o Diretor Presidente da Foirn, Marivelton Rodriguês Barroso, juntamente com a diretoria da Associação das Comunidades Indígenas do Médio Rio Negro (Acimrn), viajou para a região do Médio Rio Negro, precisamente em algumas comunidades localizadas no município de Santa Isabel do Rio Negro para a instalação de novas estações de radiofonia.

 

 

 

Os novos equipamentos foram adquiridos com o apoio dos recursos da Caixa Econômica Federal através da Fundação Estadual do Índio FEI/AM, resultado de um projeto apresentado pela Associação das Comunidades Indígenas do Médio Rio Negro em 2011, ainda no âmbito do Território Rio Negro da Cidadania Indígena.

Açaituba, Jerusalém, Abianai e Tawarí (Rio Uneuixí) foram as comunidades onde os equipamentos foram instalados. A próxima comunidade a ter sua radiofonia será a Águas Vivas localizado no Rio Preto.

 

 

 

 

Atualmente são mais de 170 estações de radiofonias no Rio Negro. A gestão da Rede de Radiofonia Indígena é feita pela Foirn. Que possui uma estação central na sede em São Gabriel da Cachoeira. A central funciona de segunda-feira a sexta-feira, e atende a população indígena que são os principais usuários.

A rede presta importante serviço de comunicação o Distrito Sanitário Especial Indígena do Rio Negro que mantêm equipes multidisciplinares em área para o atendimento das comunidades indígenas. Outras instituições locais também usam esse meio para sua comunicação com as comunidades.

Para a aquisição de novos equipamentos é preciso apoio, e a Foirn, busca através de seus parceiros meios e recursos para atender as demandas de novas radiofonias, pois, apesar de as existentes parecer muito, são poucos, ainda existe várias comunidades indígenas que esperam e buscam esse meio meio de comunicação.