Acessibilidade

Representatividade: com apoio do Governo do Estado, jovem indígena disputa campeonato de MMA

Lutador Mateus Kokama é treinado pelo pai e instrutor desde os 5 anos

Com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Fundação Estadual do Índio (FEI), o indígena Mateus Kokama, irá participar do evento de MMA, Gladiadores – The Best Fight Combat (GTBFC). A disputa ocorrerá no sábado (18/12), às 18h, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Waldir Garcia, localizada na travessa Pico das Águas, 339, bairro São Geraldo, zona centro-sul de Manaus.

Para o diretor-presidente da FEI, Zenilton Mura, prestigiar e dar forças aos jovens indígenas que estão no meio do esporte, é uma oportunidade de crescimento das etnias, que podem dessa forma alcançar mais visibilidade e ter um olhar humanizado das pessoas.

“É importante dar o devido valor aos jovens que estão lutando através do esporte, buscando melhor qualidade de vida e crescimento pessoal. Esse crescimento aumenta a visibilidade das etnias. E devemos buscar levar a cultura indígena a lugares onde ela não é conhecida”, disse.

O lutador Mateus Kokama treina desde os 5 anos de idade com seu pai e instrutor, Eliel Kokama, que ensinou as técnicas de luta, além disso, Mateus também participou de outras lutas e treina de segunda a sexta para a disputa contra o adversário Lucas Galvão, na categoria 61kg.

Segundo Eliel, pai de Mateus, a prática do esporte é um meio de fortalecer a mente das crianças e jovens para não se estabelecerem no mau caminho, contribuindo para o desenvolvimento pessoal deles.

“Incentivo meu filho a lutar desde muito novo, visando mantê-lo longe dos passos da criminalidade. O esporte é importante para o desenvolvimento do adolescente, porque ensina a disciplina mental e corporal, o que influencia a pessoa a ter uma vida mais responsável. Eu desejo ao meu filho a vitória. O coração fica animado em vê-lo lutar, vibro junto a ele, desejo a ele, na hora de entrar no ringue, garra e sabedoria ao aplicar as técnicas aprendidas”, finalizou.

FOTOS: Amaury Moraes/FEI